maconha cannabis cultivo indoor legalização

Patrocinador Oficial: Curta a Bali Hai Paper no Facebook
Marcha da Maconha
1 2 3 4
Patrocinador Oficial:




Seja um Doador Do diariodaerva.com e Viva Sem Fronteiras!

segunda-feira, 27 de abril de 2015

Indústria da Cannabis 'pode valer U$13 bilhões até 2020 ", dizem Especialistas

Negócios relacionados a cannabis legal estão crescendo bem nos Estados Unidos. Especialistas estimam que a indústria da maconha pode gerar até U$13 bilhões até 2020.

Indústria da  Cannabis 'pode valer U$13 bilhões até 2020

✔Curtir ✔Tweet ✔g+1 ✔Compartilhe!

Um total de 23 estados norte-americanos criaram programas de maconha medicinal legal, e alguns desses estados legalizaram para o uso recreativo.

No entanto, ainda é considerada ilegal aos olhos do governo federal.

Contudo, especialistas da IBISWorld acreditam que a "crescente aceitação" de cannabis irá resultar em vendas na casa dos bilhões.

Dmitry Diment, da IBISWorld, disse em um comunicado: "A crescente aceitação da maconha medicinal é proporcional aos produtores e investidores com oportunidades sem precedentes criminais."

Não houve escassez de demanda nos últimos anos, a indústria se beneficiou de uma maior aceitação da legitimidade dos produtos de maconha medicinal.

Fonte: http://metro.co.uk/

domingo, 26 de abril de 2015

Dr. João Menezes, Neurocientista e Pesquisador da Cannabis, Apresenta 10 Argumentos Para Defender a Legalização e Regulamentação no Brasil

Dr. João Menezes, quais são os argumentos utilizados para defender a legalização e regulamentação da Cannabis no Brasil?
Entrevista Dr. João Menezes, neurocientista e pesquisador da maconha


São muitas as razões mas acho que as minhas 10 mais importantes são:

1. Não existem motivos médicos e científicos que justifiquem a proibição para o uso da cannabis por adultos;

2. As substâncias contidas na planta são muito menos perigosas e com menos potencial de causar dependência que outras drogas legalizadas e regulamentadas como tabaco, álcool, e fármacos como ansiolíticos, estimulantes e anti-depressivos apenas para citar alguns. Isto corrige uma incoerência na política de controle de substâncias de abuso;

3. A proibição produz um mercado negro muito mais deletério que o uso da cannabis. Ou seja, a legalização acarretará na redução do impacto do mercado negro sobre a economia da nação (dinheiro circulante livre de impostos e a inflação por demanda que isto provoca), sobre a corrupção policial e sobre o sistema de saúde (sobrecarregado por causa da violência);

4. O controle do uso da cannabis por menores e do abuso em geral e a possibilidade de oferecer tratamento de saúde para eventuais usos problemáticos, como dependência e síndrome amotivacional, são muito melhor realizados num ambiente de legalização e regulamentação (as pessoas afetadas não correm o risco de serem presas, não fogem das autoridades e não são marginalizadas, e o comerciante pode ser fiscalizado);

5. Fim assimetria de tratamento entre usuários ricos e pobres e da possibilidade de discriminar negros e pobres em função do uso e posse de drogas (mais de 60% dos presos no Rio de Janeiro por posse de drogas [2o maior motivo de prisão] são réus primários, destes 90% sem armas e 90% negros ou pardos (números aproximados tirados de memória do estudo de Boiteux et al., 2009);

6. Diminuição do financiamento do crime organizado (cannabis é de longe a droga mais consumida);

7. Geração de uma nova rede de atividade industrial-econômica (produção, processamento e industrias associadas como a produção de parafernália, cosméticos, têxtil, combustíveis, etc) e os benefícios que a acompanha como geração de novos empregos regulamentados diretos e indiretos, arrecadação de impostos, etc;

8. Controle de qualidade do produto, aumento da variedade de plantas por exemplo com diminuição do conteúdo de THC e aumento de canabidiol e proteção ao consumidor;

9. Maior facilidade de acesso ao potencial terapêutico do uso medicinal da cannabis;

10. Maior facilidade de realização de pesquisas básico-clínicas sobre a cannabis sativa e seus derivados.


quinta-feira, 23 de abril de 2015

No somos criminales!

No somos criminales!

✔Curtir ✔Tweet ✔g+1 ✔Compartilhe!

quarta-feira, 22 de abril de 2015

Só existe uma planta capaz de salvar o planeta Terra. Adivinha qual é..? _\|/_

A maconha é a planta mais versátil que o ser humano conhece, serve de alimento, combustível, fibra e ainda tira a radioatividade do solo!



✔Curtir ✔Tweet ✔g+1 ✔Compartilhe!

terça-feira, 21 de abril de 2015

Plantar maconha para consumo próprio não configurou tráfico de drogas.

Tudo começou quando policiais civis, com mandado de busca e apreensão, foram ao apartamento do médico em novembro de 2012 e acharam cinco vasos com maconha e uma porção da erva, além de estufa, termômetro e outros materiais destinados à agricultura caseira.

Plantar maconha para consumo próprio não configura tráfico de drogas

✔Curtir ✔Tweet ✔g+1 ✔Compartilhe!

Autuado em flagrante por tráfico de drogas, o médico ficou apenas três dias preso. Para a Justiça, o caso não tinha os requisitos da preventiva e de indícios de “vínculo com a criminalidade violenta”, concedendo-lhe a liberdade provisória.

Mesmo assim, o MP denunciou o ginecologista por tráfico de drogas — crime equiparado a hediondo. O acusado também respondeu a procedimento administrativo do Conselho Regional de Medicina, sendo absolvido.

Segundo o advogado Marcelo Cruz, “desde o início, não houve uma prova sequer do comércio de drogas. A maconha cultivada se destinava exclusivamente para consumo próprio."

Sobre a quantidade de mudas apreendidas no apartamento, o ginecologista ressalvou que nem todas eram aptas à produção de maconha, porque isso depende do sexo das sementes, cuja identificação só é possível depois da germinação.

“Somente a fêmea dá flor, que é a parte consumível da planta e que detém o princípio ativo do entorpecente. A folha não é consumível, não tem efeito psicoativo. Várias plantas que vingavam eram machos”, finalizou o jovem.

DECISÃO DA JUSTIÇA BRASILEIRA

A 6ª Vara Criminal de Santos inocentou da acusação de tráfico de drogas um médico ginecologista e obstetra que plantava maconha em seu apartamento, em Santos (SP). Para a juíza Silvana Amneris Rôlo Pereira Borges, ficou comprovado no processo que o médico, de 27 anos, plantou a erva para o próprio consumo e desclassificou o delito para porte de drogas.

Caso ele fosse condenado por tráfico, poderia cumprir uma pena variável de 5 a 15 anos de reclusão. Entretanto, o crime mais brando, aplicável aos usuários, não prevê pena privativa de liberdade e a juíza impôs ao médico a prestação de serviços comunitários pelo período de um mês em escolas, hospitais ou entidades assistenciais, públicos ou privados, sem fins lucrativos.

A decisão é definitiva, porque as partes não vão recorrer. A tese desclassificatória foi sustentada pelo advogado Marcelo Cruz e o próprio Ministério Público, em suas alegações finais, a considerou adequada para o caso.

Por Eduardo Velozo Fuccia
http://www.conjur.com.br/


segunda-feira, 20 de abril de 2015

20/4 (ou 4/20, no padrão norte-americano), considerado o "Dia da Maconha"

Restaurante em Washington (EUA) informa no cardápio que tipo de maconha combina com cada prato.



"Eu não acho que os nossos clientes que não bebem se sintam ofendidos pelos clientes que bebem. Então não creio que os que não fumam maconha ficarão ofendidos pelos que fumam maconha", afirma uma das proprietárias do estabelecimento, Arianne Bennett.

✔Curtir ✔Tweet ✔g+1 ✔Compartilhe!

domingo, 19 de abril de 2015

Dependência da Maconha. É Possível?

O Instituto Nacional sobre Abuso de Drogas dos EUA (NIH, em inglês) considera que a maconha pode causar dependência. De acordo com o órgão, 9% dos usuários da droga se tornam dependentes. Segundo o NIH, insônia, ansiedade e diminuição do apetite são alguns dos sintomas que pessoas que sofrem com dependência da maconha costumam sentir em períodos de abstinência.

Dependência da Maconha

✔Curtir ✔Tweet ✔g+1 ✔Compartilhe!

sábado, 18 de abril de 2015

O estado do Colorado mudou sua placa de km "420" para "419.99" porque as pessoas sempre roubavam as placas.



✔Curtir ✔Tweet ✔g+1 ✔Compartilhe!

sexta-feira, 17 de abril de 2015

Workshop de Cultivo Indoor com Sérgio Vidal, autor do livro introdução ao cultivo indoor.

Sergio Vidal é pesquisador, escritor, ativista, redutor de danos e bacharel em antropologia pela Universidade Federal da Bahia. Começou sua carreira de pesquisador e ativista antiproibicionista através do Grupo Interdisciplinar de Estudos sobre Psicoativos. Já escreveu artigos para sites, jornais, periódicos científicos e livros. Cedeu entrevistas e participou de programas de rádio e TV, jornais e revistas. É autor do livro introdução ao cultivo indoor.

Workshop de Cultivo Indoor com Sérgio Vidal, autor do livro introdução ao cultivo indoor.

Dias 24 e 25 de abril.
Das 14 as 18 horas.
Vagas limitadas!

✔Curtir ✔Tweet ✔g+1 ✔Compartilhe!

Tópicos abordados:

-Iniciando o cultivo indoor
-Água, metabolismo vegetal e CE
-Solos, substratos, pH e nutrientes
-Construindo seu jardim indoor
-Ar, respiração e transpiração
-Luz, lâmpadas e fotoperíodo
-Sementes e germinação
-Hidroponia
-Como cuidar de uma planta adulta
-Controle e prevenção de pragas
-Pré-flores, sexo e clonagem
-Floração e plantas mãe
-Como colher e Secar
-O jardim guiado pela lua

Sergio Vidal virá do nordeste do Brasil diretamente para Santa Catarina!
Local: Green Power Balneário Camboriú
Em breve informaremos o endereço da nova loja!

Valor: 40 reais

Garanta sua vaga online:

http://www.greenpowertabacaria.net.br/index.php?route=product%2Fproduct&path=144&product_id=903


quinta-feira, 16 de abril de 2015

Iniciada a Colheita de 400 Pés de maconha Regulamentada Para Uso Medicinal Contra o Câncer no Chile

Óleo de maconha medicinal deve ser usado para aliviar a dor de 200 pacientes no Chile, a previsão é para janeiro de 2016.

O projeto para o uso de maconha medicinal "foi desenvolvido ao longo de meses. Primeiro plantando as sementes de maconha, então cultivamos estas plantas e foi iniciada a colheita que acabará por levar-nos à produção do óleo de maconha medicinal usado para trazer alívio aos primeiros 200 pacientes" com câncer, explicou Rodolfo Carter, prefeito do município de La Florida, uma das áreas mais povoadas de Santiago.

Iniciada a Colheita de 400 Pés de maconha Regulamentada Para Uso Medicinal Contra o Câncer no Chile

✔Curtir ✔Tweet ✔g+1 ✔Compartilhe!

Dos 200 pacientes selecionados para usar maconha medicinal, 100 são moradores do município de La Florida, uma das áreas mais povoadas de Santiago, enquanto o restante foi selecionado pela Fundação Daya.

As plantas colhidas foram cultivadas em uma área aberta de cerca de 100 metros quadrados. Vem agora o processo de secagem e armazenagem antes que a maconha seja enviada para um laboratório, onde o óleo será desenvolvido. A iniciativa começou em outubro DE 2014 com o plantio de 850 sementes, que viraram os 400 pés de maconha.

No Chile é permitido o consumo privado de maconha, embora seja considerada uma droga pesada.

Paralelamente a esta iniciativa, tramita no Congresso chileno um projeto de lei para descriminalizar o auto-cultivo de maconha para fins recreativos e medicinais, e estabelece o porte máximo de 10 gramas por pessoa, a idéia também é equiparar a maconha ao álcool tornando ela assim uma droga leve.

Informações: G1

quarta-feira, 15 de abril de 2015

AVISO | MARCHA DA MACONHA 2015

25 CIDADES INSCRITAS NA MARCHA DA MACONHA 2015 NO BRASIL

» 20 DE ABRIL
SANTA CRUZ DO SUL
Pç. Getúlio Vargas, 16h20

MARABÁ
Pç. da Cidade Nova, 16h20

» 9 DE MAIO
RIO DE JANEIRO
Jardim de Alah, 14h20

» 16 DE MAIO
PORTO ALEGRE
Arcos da Redenção, 16h20

NITERÓI
Terminal de ônibus, 14h20

» 17 DE MAIO
BELÉM
praça da República, 16h20

RECIFE
16h20

ARACAJU
Orla da Atalaia, 14h20

» 23 DE MAIO
SÃO PAULO
MASP, 14h20

VITÓRIA
UFES, 14h20

CONTAGEM
Pç. Paulo Pinheiro Chagas, 16h20

» 24 DE MAIO
SANTOS
Pç. da Independência - Gonzaga, 14h

FORTALEZA
Estátua de Iracema, 14h

» 29 DE MAIO
JUIZ DE FORA
Pq. Halfeld, 14h20

FOZ DO IGUAÇU
Zoológico Municipal (TTU), 16h20

» 30 DE MAIO
SÃO CARLOS
16h20

BELO HORIZONTE
Pç. da Estação, 16h20

SÃO GONÇALO
Praça Zé Garoto, 16h20

BRASÍLIA
Museu Nacional De Brasilia, 16h20

» 31 DE MAIO
TERESINA
Av. Raul Lopes, 16h20

CURITIBA
Boca Maldita / Rua das Flores, 14h

VIÇOSA
14h20

» 6 DE JUNHO
GUARULHOS
Em frente ao Fórum, 14h

» 26 DE
CHAPECÓ
Pç. Cel. Ernesto Bertaso,

» 10 DE OUTUBRO
GRAVATAÍ
Parcão da 79, 14h20



✔Curtir ✔Tweet ✔g+1 ✔Compartilhe!

terça-feira, 14 de abril de 2015

OBAMA MARCA SEU NOME NA HISTÓRIA DOS EUA, APOIANDO A REGULAMENTAÇÃO DA MACONHA EM DIVERSOS ESTADOS DO PAÍS.

"legalizar a maconha não é uma "fórmula mágica" para combater o tráfico de drogas." Barack Obama.

Barack Obama destacou que os EUA devem fazer mais para reduzir a demanda pela maconha e que as nações da América Latina e do Caribe precisam reforçar a luta contra os cartéis de drogas.



✔Curtir ✔Tweet ✔g+1 ✔Compartilhe!


segunda-feira, 13 de abril de 2015

The Culture High

Do documentário The Culture High



Criado acompanhando o processo da regulamentção da maconha em diversos estados nos Eua, com legendas em português.. assista agora aqui no diariodaerva.com o documentário The Culture High. Entenda como está acontecendo essa nova tendência mundial na maior economia do mundo.

✔Curtir ✔Tweet ✔g+1 ✔Compartilhe!



Compartilhado para fins de disseminação do conteúdo.

domingo, 12 de abril de 2015

What do you think?



✔Curtir ✔Tweet ✔g+1 ✔Compartilhe!

sábado, 11 de abril de 2015

Evento distribuiu 15 mil sementes de cannabis nos Estados Unidos da América

Um grupo de 30 ativistas distribuiu no final do mês passado 15 mil sementes de cannabis em Washington para celebrar um mês da aprovação da lei que permite fumar, plantar e possuir cannabis, só não pode vendê-la, na capital federal dos Estados Unidos. O promotor da legalização da cannabis com fins recreativos em Washington, Adam Eidinger, afirmou que mais de duas mil pessoas participaram da primeira das duas reuniões para compartilhar sementes de cannabis organizada pela associação DC Cannabis Campaign.



✔Curtir ✔Tweet ✔g+1 ✔Compartilhe!

No distrito de Columbia já era legal o consumo de cannabis com fins medicinais, mas a posse recreativa era punida com uma multa equivalente a uma multa de trânsito. Mas há pouco mais de um mês, qualquer pessoa com mais de 21 anos pode portar 60 gramas de maconha, fumá-la em casa ou em espaços privados, compartilhar até 30 gramas e cultivar em sua casa seis plantas de cannabis, mas só três podem ter flores.

A associação DC Cannabis Campaign promoveu uma proposta legislativa popular que, nas eleições de novembro de 2014, foi aprovada por 70,1% dos habitantes do Distrito de Columbia, onde fica Washington.


sexta-feira, 10 de abril de 2015

Você beberia uma cerveja de maconha?

Você beberia uma cerveja de maconha?

✔Curtir ✔Tweet ✔g+1 ✔Compartilhe!

quinta-feira, 9 de abril de 2015

Obrigado à todos que participaram da campanha ‪#‎LiberdadeCert‬, ele foi absolvido.



COM MUITO ORGULHO, DEIXO AQUI REGISTRADO. SIM, NO BRASIL AS COISAS ESTÃO MUDANDO PARA MELHOR.

VAI BRASIL! JUNTOS PODEMOS MAIS! AMOR, ORDEM E PROGRESSO! POSITIVISMO, ACIMA DE TUDO.

✔Curtir ✔Tweet ✔g+1 ✔Compartilhe!

D2. Mas Mantenha o Respeito. #PlanetHemp

Depois de um dia exaustivo de trabalho, chegar em casa e poder relaxar tranquilo, com pensamentos positivos, é o maior desejo de muitas pessoas.





✔Curtir ✔Tweet ✔g+1 ✔Compartilhe!

/

Arquivo Retroativo: diariodaerva.com

#TOP10 última semana

#TOP10 desde 2010

Ativismo no sentido filosófico

Site para maiores de 18 anos


Aqui você pode encontrar informações sobre maconha para o uso pessoal e medicinal. Devem ser utilizadas somente para fins informativos. Nós nunca incentivamos o uso de qualquer tipo de drogas e nunca fazemos apologia ao uso de maconha!

As informações contidas no diariodaerva.com devem ser utilizadas somente em países onde o cultivo de Maconha é Legalizado! Veja a legislação do país onde você se encontra.

PARCEIRO OFICIAL DA EXPOCANNABIS URUGUAY 2014

Participe Agora do diariodaerva.com
Contribua com Qualquer Valor.

Seja um Doador Do diariodaerva.com e Viva Sem Fronteiras!