maconha cannabis cultivo indoor legalização

Assine nossa Newsletter. Mídia Independente!

Marcha da Maconha
1 2 3 4

Posts Recentes

segunda-feira, 19 de setembro de 2011

Djavan fala sobre maconha: "É muito bom. Fumo eventualmente"

Cantor, que lança DVD "Ária ao Vivo", fala ao iG também sobre outras drogas e nega que esteja com Parkinson

Djavan fala sobre maconha: Os grandes figurões da MPB, acostumados a falar com a imprensa há décadas, em geral tentam restringir suas declarações aos produtos que estão lançando. Não é o caso de Djavan, que coloca no mercado neste mês o CD e DVD ao vivo do elogiado álbum "Ária", com o qual rodou o País durante um ano.

Em conversa com o iG, em um restaurante ao lado do Pão de Açúcar, cartão postal do Rio, o cantor e compositor não fugiu dos assuntos propostos pela reportagem e expôs seu modo de pensar sem o patrulhamento politicamente correto que, muitas vezes, esconde o verdadeiro olhar do artista. Sobre o uso da maconha, declarou: "É muito bom. Fumo eventualmente, não tenho o hábito de comprar e fumar sempre", soltando uma gargalhada em seguida.

Aos 62 anos, Djavan também negou boatos, surgidos nas redes sociais, de que esteja com Mal de Parkinson. Esticou as mãos para o repórter: "Treme alguma coisa aqui?".

Lançar um DVD após um CD bem-sucedido se tornou praticamente obrigatório, não?
DJAVAN: Não acho que seja, sinceramente. A não ser que seja algo legal para se registrar. O DVD, hoje, com o advento do celular com câmeras, perdeu um pouco sua função. Faça um show agora e em instantes já está na internet, mesmo que a qualidade seja qualquer nota. O DVD se tornou um documento histórico, porque comercialmente não é mais tão atrativo, assim como o próprio CD.

Por que gravou o show em Belo Horizonte?
DJAVAN: O Palácio das Artes, na capital mineira, tem uma acústica favorável, além de o povo ser musical. Era para ser em um local pouco usual. É difícil achar um lugar assim no Rio ou em São Paulo. O Rio perdeu muito com o fim do Canecão.

Vai fazer shows para divulgar o DVD?
DJAVAN: Não, agora vou começar a produzir o disco da Martn'alia e, em novembro, entro em estúdio para começar a fazer meu CD de inéditas. Desde 2007 não compunha.

Como é esta fase de criações?
DJAVAN: Gostaria de ter um texto bacana para falar sobre isso. Todo mundo espera que se tenha um ritual. Mas inspiração é sofrimento, muito trabalho. Só componho quando preciso. Sento e faço doze canções. Com trinta anos de carreira, tenho muito mais autocrítica e preciso ter a ilusão de que não estou me repetindo.

Isso quer dizer que é inevitável não se repetir?
DJAVAN: Não sei se é inevitável, mas é difícil. Consigo alimentar esta ilusão de que não me repito dentro de mim (risos). A pressão é um instrumento maravilhoso para tudo. A composição é isso, procurar o que você não perdeu, tirar leite da pedra. É preciso que você tenha um clima, uma introspecção, sem telefone, envolvido só com aquilo, tendo que cumprir um prazo.

Bebe para se inspirar?
DJAVAN: Não bebo para compor nem para nada. Tomo no máximo um vinho no jantar.

Aliás, você já foi pego na fiscalização da Lei Seca...
DJAVAN: Perdi a carteira duas vezes por ter tomado apenas uma taça de vinho. Não fiz o teste do bafômetro porque a capitã, em uma das ocasiões, me alertou: "Não faz! Se bebeu uma taça, não sabe como é seu organismo. Pode acusar álcool e você vai se dar mal". Me colocou um medo enorme e não fiz. Perdi a carteira. O carro foi apreendido porque estava sem vistoria do Detran.

Você é contra este rigor na fiscalização?
DJAVAN: Não sou contra. Mas, por exemplo, adoro vinho. Com a Lei Seca, agora saio para jantar e só bebo água. É chato. Por outro lado, você paga por estas pessoas que enchem a cara e saem com carro. Gostaria que não colocassem todos no mesmo saco. Mas este evento tem que existir, é preciso inibir nego que dirige embriagado.

O fato de ser famoso o ajuda, em certos momentos, a sair de enrascadas como esta?
DJAVAN: Ao contrário. Isso é pior, porque querem pegar famoso para servir de exemplo. Houve uma época que guarda me parava no trânsito para pedir autógrafo. Situação assim já não existe mais. Não quero privilégios. Nascer com voz já é um privilégio. Não entrar em fila? Detesto que cedam a vez para mim. Acontece muito isso. As pessoas querem ser gentis. Mas não precisa tanto.

Há boatos nas redes sociais de que você teria Mal de Parkinson. Você está doente?
DJAVAN: Com o quê? Parkinson (ele estica os braços para frente)? Treme alguma coisa aqui?

Você não está tremendo. Mas já sabia desse rumor?
DJAVAN: Ouvi sim. Também ouvi que a música "Flor de Lis" era dedicada a uma esposa que eu tive e morreu no parto. Olha que imaginação trágica que as pessoas têm! Tem nego que vive disso, de plantar coisas na internet, inventar o que quiser. Se é verdade ou não, é o menos importante. Há boatos de todo tipo. Há solicitações até de casamento. Ajuda financeira, mãe com câncer, casa que caiu... As pessoas apelam para o que pode. É do ser humano!

Como está de saúde?
DJAVAN: Minha saúde está ótima. Este tipo de comentário não me assusta. Minha vida é melhor hoje. Perdi a ansiedade comum aos jovens. Vislumbro melhor as soluções que devo tomar. Tenho três filhos do primeiro casamento e dois do segundo: Sofia, de 9, Inácio, de 4. Faço coisas que antes não conseguia. Vou a festinhas de colégio, que é um saco, reunião de pais. Faz parte do papel de pai.

Sobre maconha: "É muito bom, já fumei várias vezes. Fumo eventualmente"

Este ano é marcado pelas passeatas favoráveis à maconha, incluindo um filme que reacendeu o debate. Você é a favor da legalização da maconha?
DJAVAN: Não adianta buscar parâmetros na Holanda, em outros países. Cada nação tem sua realidade. Não basta mudar uma nova legislação, mas é questão de educação. Comprar maconha e fumar em qualquer lugar é questão de liberdade. Seria bom que acontecesse, mas é preciso que haja restruturação em toda a sociedade.

Você fuma, gosta de maconha?
DJAVAN: Total (dá uma gargalhada)! É muito bom. Nunca tive envolvimento com drogas, nunca cheirei cocaína. Mas, agora, a maconha sim, já fumei várias vezes. Fumo eventualmente. Mas não tenho o hábito de comprar e fumar sempre.

O que pensa sobre a associação da maconha com a violência urbana?
DJAVAN: A violência que decorre da maconha não é pelo consumo, mas pela venda. O poder que o tráfico tem vem da venda, é este poder que gera a violência. O consumo também tem que ter responsabilidades. A sociedade precisa estar respaldada com leis condizentes com a liberdade proposta por esta ideia de legalidade.

Não estamos então preparados para a legalização nos moldes atuais?
DJAVAN: Antes da legalização, tem que fortalecer a educação, tem que mudar as leis, para que a sociedade esteja preparada para isso. Não saberia te dizer se basta liberar, se isso resolve a violência.

A seu ver, quando a droga deixou de ter a conotação poética dos anos 70 e passou a ser problema médico?
DJAVAN: Quando a droga, no caso especifico da maconha, passou a representar um poder inominável, a coisa começou a mudar. Antes era mais romântica. Maconha sempre foi vendida e despertou algum lucro. Mas surgiram os cartéis, criaram uma indústria superequipada, afeita a produzir e lucrar cada vez mais. Hoje é uma estrutura industrial, como outra qualquer. Aí a coisa tomou o rumo da violência e confusão em todas as sociedades do mundo.

Já experimentou outras drogas?
DJAVAN: Não, nada. Só álcool. Como te falei, vinho é o que bebo. Nem cerveja, detesto. Não tomo refrigerante, uísque, nada.

Você já deve ter ouvido falar que não aparenta ter 62 anos. Qual seria o segredo da longevidade não aparente?
DJAVAN: Tem quem passe por uma flor linda e nem olhe... Eu me mantenho próximo da vida saudável, ligado à natureza. Convivo com água pura, bichos, o verde. Tenho uma casa em Araras (região serrana do Rio). Não como carne vermelha há treze anos. Evito frango, não bebo café.... Só como orgânicos. Tenho um orquidário com mais de 60 espécies, um jardim com trinta mil metros quadrados só com flores. Desperdiço o mínimo de água possível, não desmato. Isso tudo é um prazer.

5 comentários:

Anônimo disse...

yo ya sabia!
esse negrote eh foda

Anônimo disse...

http://www.clicrbs.com.br/especial/rs/bem-estar/19,0,3490584,Estudo-relaciona-cancer-de-testiculo-ao-uso-de-maconha.html

reparem o lixo midiatico q é a imprensa gaucha

Anônimo disse...

>>Você fuma, gosta de maconha?
>>DJAVAN: Total (dá uma gargalhada)! É muito bom.

Hahaha, mandou bem!

Anônimo disse...

"Eventualmente"... tá...

Anônimo disse...

hahaha ele só fuma do orgânico "tenho um jardim com 30 mil metros quadrados só de flores" kkkk

Postar um comentário


ESCREVA UMA SUGESTÃO INTELIGENTE AQUI.
Seu comentário faz nosso crescimento coletivo..

Você no Diário da Erva. BOA SORTE NO MUNDO NOVO !!

/

ASSUNTOS

# Frases de um maconheiro # maconha pelo mundo #Anonymous #AoVivo #ArteNaBlunt #AUTOFLOWERING #BadTrip #cannabidiol #CannabisSeeds #CatágoloMaconhaMedicinal #ClubeDeMaconha #DEBATE #DivasdaErva #Espiritual #GoodTrip #GrowerNãoEhTraficante #HighLife #Homenagem #HOUSEGROWER #kush #MarijuanaMedicinal #MidiaMaconha #NotíciasCannabicas #NovaOrdemMundial #Patrocinadores #Pictures #PlantasMedicinais #POSITIVISMO #QuemTemSeda? #Regulamentação #WeedDaily #weedtube 2PAC 420Friends 4i20 ALCOOL Amsterdam animais Arte Alternativa ATIVISTAS BALI_HAI_Paper Barcelona BaseadosPeloMundo Be Happy Tabacaria Belo Horizonte BemBolado Bezerra da Silva Bio Bizz biodegradável BobMarley Bolando 1 Baseado BONG Bongs-Pipes BRASIL_UM_PAÍS_DE_TODOS Brasília Buds Cabeça Ativa Cacife Clandestino Califórnia Campanha Nacional Pela Regulamentação da Maconha Canabinoides CANHAMO CANNABIS Cannabis Cup cannabis cura câncer Cannabis em Portugal Cannabis Medicinal CAPA DE REVISTA Carta Capital Casa CBD CDs COMPLETO CENTRO CERVEJA CHAPADO CharlieBrownJR CheechChong Chile Chimaruts CidadeNegra Ciência CINEMA Coca Coffee_Shop Coffee_Shop_diariodaerva.com cogumelos colirio ConeCrewDiretoria conexão Copa do Mundo Copacabana Cores Cozinha para Chapados CULINÁRIA E RECEITAS - Tudo Gostoso cultivo CULTIVO INDOOR CULTIVO OUTDOOR culto cannabico CULTURA CANNABIS MAGAZINE CULTURA_DEL_CANNABIS Curiosidade Curitiba Cypress Hill D.A.P Dab DAILY_WEED DalaiLama DANOS Democracia Dependência DEPOIMENTOS DESCRIMINALIZACAO DESENHOS Diário de uma Mente insâna DIARIO Dハーブ Diário Policial diariodaerva.com diários de cultivo DICAS DE CULTIVO dicas de viagens DireitosHumanos Discovery_Channel Diversão Documentários Dr.Drauzio DROGAS DROGAS LEGALIZADAS ð香草日報 Efeitos_das_drogas Efeitos_negativos_da_Maconha ELETRO Emicida Eminem entrevista Erba Quotidiano ERVA ervas legais Espanha Espécies ESPORTE_É_SAÚDE EVENTOS EXPO_CANNABIS fatos históricos Feminizadas Filipe_Ret FILMES COMPLETOS FILOSOFIA MODERNA FLORES Floresta_de_Luz FORFUN Fortaleza Fotos FOTOS CANNABICAS Fumaça FUTEBOL GabrielOPensador game Garota_da_Erva gifs GilbertoGil GlobalMarijuana.Support Gorillaz GREEN POWER Green_Drinks GROW GROW POWER GROWSHOP GUERRA AS DROGAS Hacker HAXIXE HEADSHOP Hemd Hemp Hierbas_Diaria HIGH TIMES HipHop História da Maconha History_Channel Hora do Chá humor Illuminatis incenso Indica indoor inspire-se Head Bazar Intervesão ipanema Jamaica Jardim Enteogeno Jardim Xamânico Jogos Olímpicos JorgeBenJor Justiça Kid Cudi Lapa larica LEAP LEAP BRASIL LEBLON legalização LEGALIZE LegalizeBrasil LegiaoUrbana Leis LIBERDADE LIVROS LSD MACONHA Maconha Cura Câncer maconha em Portugal maconha medicinal Maconha na Africa MACONHA NA AMERICA LATINA Maconha na Argentina Maconha na Asia Maconha na Europa Maconha na Holanda Maconha na Irlanda Maconha na Oceania Maconha no Brasil Maconha no Canadá Maconha no EUA Maconha no Oriente MACONHA NO URUGUAI 2012 MACONHA SINTETICA Maconheira's Online Maconheiro MACONHEIROS FAMOSOS Marcelo D2 MarceloD2 Marcha da Maconha Marijuana Mato Grosso do Sul meio ambiente Miley_Cyrus MITOS E VERDADES SOBRE DROGAS MODA HEMP MPB Mr.Catra MTV Mulher e Maconha mundo MÚSICA ALTERNATIVA MvBill NARGUILÉ NatGeo Natiruts NATURAL Natureza Divina New York Nicotina NOSSA ARTE NOSSAS VISITAS NOTICIAS ORappa Orgânico Oriente otíciasCannabicas outdoor PAPEL Para onde viajar? Paraguai Paralamas_do_Sucesso Parar de Fumar Paris PATROCINE O DIARIO DA ERVA Paulo_Coelho PENSAMENTOS PERGUNTAS Pessoas Petição_Pública Pitty Planet Hemp Plantação_de_Maconha Plantas Carnívoras PLANTAS PROIBIDAS plante tomate POLITICA Política Pública PontodeEquilibrio popipe PoPipe Head Shop POSITIVIDADE Pot in Rio Prazer Primavera 2013 Produtos Hemp PROMOÇÃO PROTESTO Psicodélico quem tem seda? RacionaisMcs Rainha da Erva Raiz Cultivo Indoor Rap Rastafari RAWnoBrasil Reggae RELAX Remédio Verde Renato_Cinco revolucionando Rihanna Rio ROCK Rússia SABOTAGEM Salve samba Santa Catarina São_Paulo Sativa saúde SE SEGURA MALANDRO Segurança_Pública SEMENTES SESSÃO SESSÃO FUMAÇA SethRogen SEXO SHOPPING DIARIO DA ERVA SHOWS COMPLETOS sk8 Skank skunk SnoopDogg Só para as meninas SOCIEDADE SOJA SOU A FAVOR DA MACONHA Style sublime sustentabilidade TABACARIA TABACO tattoo TEDx THC TheSimpsons Tillie_Gorts Tim Maia TIPOS DE MACONHA Titãs Top 10 fatos maconha Top das Marcas TRAFICANTES TV UFC Ultra420 Ultraeco UNIVERSO PARALELO URNA ONLINE URUGUAI 2012 Uruguay USUARIO Vaporizador videos Visão Ampla VOCÊ NO DIARIO DA ERVA Weed Song WizKhalifa



CONQUISTAR PESSOAS



 
Copyright © Diário da Erva. All rights reserved.
contato@diariodaerva.com