maconha cannabis cultivo indoor legalização

Assine nossa Newsletter. Mídia Independente!

Marcha da Maconha
1 2 3 4

Posts Recentes

sexta-feira, 12 de julho de 2013

Baseado em evidências

Pequeno, porém folgado

  Uruguai chama a atenção por políticas de vanguarda, que contrariam grandes interesses por Tarso Araújo*
Famoso pela qualidade de suas carnes e doces de leite, o Uruguai pode parecer, à primeira vista, um pequeno rancho gaúcho. Nem tanto. Sob a batuta do ex-guerrilheiro e atual presidente José “Pepe” Mujica, o país tem chamado atenção com políticas de vanguarda, especialmente nas áreas de direitos humanos e saúde, como fez ao descriminalizar o aborto em outubro.

Em relação às drogas, o país é o único das Américas que nunca criminalizou o uso, e é famoso pelo pioneirismo no controle do tabaco. Em 2006, foi o primeiro do continente a proibir o fumo em locais públicos fechados, proibiu totalmente a propaganda e aumentou os impostos para triplicar o preço do maço. 

Em três anos, o número de enfartos caiu 17%. Nesta entrevista, o chefe da Secretária Nacional Antidrogas do Uruguai, Julio Calzada, explica porque agora o governo está decidido a regulamentar o comércio de maconha. 

Por que regulamentar a venda de maconha?
  Porque o consumo de maconha é um problema de saúde, mas a forma como ela está regulada gera um problema adicional de segurança pública. A política quase universal que se reproduziu nos últimos 50 anos fez aumentar o consumo, o crime organizado, o número de pessoas presas, a lavagem de dinheiro e ações violentas. Ela não deu o resultado que se esperava, sem dúvida. Então é melhor mudar, buscar uma política alternativa. E tentar controlar o mercado, e não ignorá-lo. 

O governo não teme que o consumo aumente? 
Sim, mas há experiências de outros países. A Holanda legalizou, na prática, e em 30 anos tem menos pessoas que consomem maconha do que vizinhos como Espanha e Itália. Aqui teremos um amplo controle do estado. Temos a capacidade para fazer isso, pensando numa população de 3,5 milhões de habitantes. 

Mas a disponibilidade comercial e a queda na percepção de risco não podem fazer o consumo aumentar?
  Sim, por isso elaboramos um projeto em que não existe propaganda. E o mercado vai ser regulado para que não exista lucro nem qualquer promoção de consumo. Esse é um marco da estratégia: reduzir o consumo, em geral, e, particularmente, retardar a idade que se inicia o uso. Hoje, se começa por volta dos 15 anos e queremos que isso aconteça mais tarde, pois teríamos um impacto menor para a saúde. 

Também se trata de um ataque ao tráfico?
  Sim, mas não é uma medida isolada. Note que não falamos em liberação ou legalização, mas de regulamentação do mercado. Hoje ele está totalmente desregulado, o Estado não pode interferir sobre o financiamento, a produção, a distribuição nem nada. Temos capacidade para controlar isso e assim atacar o que mais sustenta o tráfico, que é a venda dessa mercadoria. 

Mas acha que tráfico acabaria por completo? 
Não vai ser de um dia para o outro, é uma estratégia progressiva. E sempre vai haver algum aspecto do mercado negro em funcionamento. Hoje temos um amplo controle sobre o mercado de tabaco. No entanto, sempre existe um contrabando de cigarros. Assim como aqui no Uruguai temos contrabando de pinga e de outros produtos brasileiros. O que pensamos é que é possível reduzir exponencialmente o volume de dinheiro que hoje o crime organizado tem nas mãos. 

Quanto vale o mercado de maconha uruguaio para eles? 
Considerando o consumo estimado de 20 toneladas de maconha e os preços praticados no país, são cerca de 12 milhões de dólares. Outras substâncias têm muito menos consumidores. 

Quanto a maconha representaria do total do mercado de drogas proibidas? Metade?  Acho que mais da metade. 

Como o governo lida com a falta de apoio da população uruguaia ao projeto? 
O governo tem que fazer o que está convencido de que tem que fazer. Hoje estamos trabalhando para mudar a principal preocupação da opinião pública, de que a medida faria disparar o consumo, como você insiste. Não queremos isso, ao contrário. E ele vai se reduzir, ainda que não significativamente. Também queremos mostrar que podemos acabar com o efeito colateral do desenvolvimento do tráfico. 

O governo não teme que algo não funcione?
  Sim, claro. Por isso vamos monitorar o cumprimento da lei e estabelecer as correções que a experiência mostre necessárias. Isso me parece muito importante, especialmente se comparamos com as políticas dos últimos 50 anos, que não foram avaliadas. Ou que, quando foram avaliadas, não foram modificadas, mesmo quando se constatou que produzia resultados inversos do que se desejava. 

Estamos propondo implementar outra política porque acreditamos que esta não funciona, então obviamente estamos totalmente abertos, dispostos e interessados em monitorar e ir modificando nossa estratégia para atingir o resultado proposto. Caso não os conquistemos, vamos nos certificar sobre as razões disso, e, se for preciso mudar a política, é claro que podemos modificá-la. 

Estudou-se muito para formular esse projeto?
  Sim, porque toda política pública, nas apenas as que falam sobre drogas, tem que ser realizada com base na ciência. Toda substância que altera consciência é algo que pode proporcionar risco para as pessoas e não podem ter propaganda do mesmo modo que sapatos ou gravatas. Ainda que uma pessoa possa se enforcar com uma gravata, é obvio que o uso da gravata em si não gera nenhum dano a terceiros. Sabemos que álcool e tabaco tem riscos para saúde. Não são proibidos, mas precisam ser regulados. A política de regulação precisa ser baseada em evidências, e a evidência diz que a maconha tem riscos específicos, diferentes do de outras substâncias. Não se pode levar em conta um parâmetro geral, comparando-a, por exemplo, com a heroína ou a cocaína. 

O que acontecerá se algum Uruguai for flagrado vendendo drogas a um menor de idade ou a um turista?
  Será processado pela lei atual, que continuará valendo, respondendo ao crime de tráfico, com pena de prisão de 2 anos ou mais. 

Fonte: Revista Galileu 

ANUNCIE AQUI - PATROCINE O DIARIO DA ERVA

Nenhum comentário:

Postar um comentário


ESCREVA UMA SUGESTÃO INTELIGENTE AQUI.
Seu comentário faz nosso crescimento coletivo..

Você no Diário da Erva. BOA SORTE NO MUNDO NOVO !!

/

ASSUNTOS

# Frases de um maconheiro # maconha pelo mundo #Anonymous #AoVivo #ArteNaBlunt #AUTOFLOWERING #BadTrip #cannabidiol #CannabisSeeds #CatágoloMaconhaMedicinal #ClubeDeMaconha #DEBATE #DivasdaErva #Espiritual #GoodTrip #GrowerNãoEhTraficante #HighLife #Homenagem #HOUSEGROWER #kush #MarijuanaMedicinal #MidiaMaconha #NotíciasCannabicas #NovaOrdemMundial #Patrocinadores #Pictures #PlantasMedicinais #POSITIVISMO #QuemTemSeda? #Regulamentação #WeedDaily #weedtube 2PAC 420Friends 4i20 ALCOOL Amsterdam animais Arte Alternativa ATIVISTAS BALI_HAI_Paper Barcelona BaseadosPeloMundo Be Happy Tabacaria Belo Horizonte BemBolado Bezerra da Silva Bio Bizz biodegradável BobMarley Bolando 1 Baseado BONG Bongs-Pipes BRASIL_UM_PAÍS_DE_TODOS Brasília Buds Cabeça Ativa Cacife Clandestino Califórnia Campanha Nacional Pela Regulamentação da Maconha Canabinoides CANHAMO CANNABIS Cannabis Cup cannabis cura câncer Cannabis em Portugal Cannabis Medicinal CAPA DE REVISTA Carta Capital Casa CBD CDs COMPLETO CENTRO CERVEJA CHAPADO CharlieBrownJR CheechChong Chile Chimaruts CidadeNegra Ciência CINEMA Coca Coffee_Shop Coffee_Shop_diariodaerva.com cogumelos colirio ConeCrewDiretoria conexão Copa do Mundo Copacabana Cores Cozinha para Chapados CULINÁRIA E RECEITAS - Tudo Gostoso cultivo CULTIVO INDOOR CULTIVO OUTDOOR culto cannabico CULTURA CANNABIS MAGAZINE CULTURA_DEL_CANNABIS Curiosidade Curitiba Cypress Hill D.A.P Dab DAILY_WEED DalaiLama DANOS Democracia Dependência DEPOIMENTOS DESCRIMINALIZACAO DESENHOS Diário de uma Mente insâna DIARIO Dハーブ Diário Policial diariodaerva.com diários de cultivo DICAS DE CULTIVO dicas de viagens DireitosHumanos Discovery_Channel Diversão Documentários Dr.Drauzio DROGAS DROGAS LEGALIZADAS ð香草日報 Efeitos_das_drogas Efeitos_negativos_da_Maconha ELETRO Emicida Eminem entrevista Erba Quotidiano ERVA ervas legais Espanha Espécies ESPORTE_É_SAÚDE EVENTOS EXPO_CANNABIS fatos históricos Feminizadas Filipe_Ret FILMES COMPLETOS FILOSOFIA MODERNA FLORES Floresta_de_Luz FORFUN Fortaleza Fotos FOTOS CANNABICAS Fumaça FUTEBOL GabrielOPensador game Garota_da_Erva gifs GilbertoGil GlobalMarijuana.Support Gorillaz GREEN POWER Green_Drinks GROW GROW POWER GROWSHOP GUERRA AS DROGAS Hacker HAXIXE HEADSHOP Hemd Hemp Hierbas_Diaria HIGH TIMES HipHop História da Maconha History_Channel Hora do Chá humor Illuminatis incenso Indica indoor inspire-se Head Bazar Intervesão ipanema Jamaica Jardim Enteogeno Jardim Xamânico Jogos Olímpicos JorgeBenJor Justiça Kid Cudi Lapa larica LEAP LEAP BRASIL LEBLON legalização LEGALIZE LegalizeBrasil LegiaoUrbana Leis LIBERDADE LIVROS LSD MACONHA Maconha Cura Câncer maconha em Portugal maconha medicinal Maconha na Africa MACONHA NA AMERICA LATINA Maconha na Argentina Maconha na Asia Maconha na Europa Maconha na Holanda Maconha na Irlanda Maconha na Oceania Maconha no Brasil Maconha no Canadá Maconha no EUA Maconha no Oriente MACONHA NO URUGUAI 2012 MACONHA SINTETICA Maconheira's Online Maconheiro MACONHEIROS FAMOSOS Marcelo D2 MarceloD2 Marcha da Maconha Marijuana Mato Grosso do Sul meio ambiente Miley_Cyrus MITOS E VERDADES SOBRE DROGAS MODA HEMP MPB Mr.Catra MTV Mulher e Maconha mundo MÚSICA ALTERNATIVA MvBill NARGUILÉ NatGeo Natiruts NATURAL Natureza Divina New York Nicotina NOSSA ARTE NOSSAS VISITAS NOTICIAS ORappa Orgânico Oriente otíciasCannabicas outdoor PAPEL Para onde viajar? Paraguai Paralamas_do_Sucesso Parar de Fumar Paris PATROCINE O DIARIO DA ERVA Paulo_Coelho PENSAMENTOS PERGUNTAS Pessoas Petição_Pública Pitty Planet Hemp Plantação_de_Maconha Plantas Carnívoras PLANTAS PROIBIDAS plante tomate POLITICA Política Pública PontodeEquilibrio popipe PoPipe Head Shop POSITIVIDADE Pot in Rio Prazer Primavera 2013 Produtos Hemp PROMOÇÃO PROTESTO Psicodélico quem tem seda? RacionaisMcs Rainha da Erva Raiz Cultivo Indoor Rap Rastafari RAWnoBrasil Reggae RELAX Remédio Verde Renato_Cinco revolucionando Rihanna Rio ROCK Rússia SABOTAGEM Salve samba Santa Catarina São_Paulo Sativa saúde SE SEGURA MALANDRO Segurança_Pública SEMENTES SESSÃO SethRogen SEXO SHOPPING DIARIO DA ERVA SHOWS COMPLETOS sk8 Skank skunk SnoopDogg Só para as meninas SOCIEDADE SOJA SOU A FAVOR DA MACONHA Style sublime sustentabilidade TABACARIA TABACO tattoo TEDx THC TheSimpsons Tillie_Gorts Tim Maia TIPOS DE MACONHA Titãs Top 10 fatos maconha Top das Marcas TRAFICANTES TV UFC Ultra420 Ultraeco UNIVERSO PARALELO URNA ONLINE URUGUAI 2012 Uruguay USUARIO Vaporizador videos Visão Ampla VOCÊ NO DIARIO DA ERVA Weed Song WizKhalifa



CONQUISTAR PESSOAS



 
Copyright © Diário da Erva. All rights reserved.
contato@diariodaerva.com