maconha cannabis cultivo indoor legalização

Assine nossa Newsletter. Mídia Independente!

Marcha da Maconha
1 2 3 4

Posts Recentes

segunda-feira, 4 de novembro de 2013

Legalização da maconha em Estados americanos preocupa profissionais de saúde

A maconha de hoje em dia é muito mais potente: a concentração de THC, o ingrediente psicoativo da droga, mais que dobrou entre 1993 e 2008
Nos anos 1960, a maconha era o símbolo da contracultura, juntamente com o amor livre, calças boca de sino, cabelo comprido e bandanas. Contudo, a maconha foi a única que sobreviveu ao teste do tempo.

Recentemente, o uso da maconha para fins de recreação tornou-se legal (dependendo da definição) nos Estados do Colorado e de Washington. Mais de uma dúzia de Estados descriminalizaram a posse de pequenas quantidades e Massachusetts recentemente se tornou o 18º Estado a permitir seu uso para fins medicinais.

Embora a lei federal americana ainda proíba a venda e a posse de maconha, o presidente Barack Obama afirmou que o governo federal tem "peixes maiores para pescar" e não irá processar usuários em Estados onde o uso é legalizado.

A ascensão da maconha como passatempo adulto é uma vitória para todos aqueles que consideram exagerados os seus perigos. Defensores da legalização argumentam que o uso de maconha é muito mais seguro que o de álcool, destacando que é praticamente impossível ter uma overdose de maconha.

Embora a maconha possa viciar, cientistas geralmente concordam que menos de 10% dos fumantes de maconha se tornam dependentes da droga, comparados com 15% dos usuários de álcool, 23% de heroína e 32% de tabaco. A maconha contém substâncias cancerígenas, incluindo alcatrão e outras toxinas similares às encontradas no tabaco, mas as pessoas geralmente não fumam maconha na mesma proporção que cigarros.

Contudo, a legalização ainda deixa os usuários em um território incerto. Muito embora a maconha seja a droga ilegal mais utilizada nos Estados Unidos, ainda não se sabe ao certo quais são seus efeitos para a saúde do usuário.

Maconha - Mais potente

Para começar, esse não é o mesmo baseado da época de seus pais. A maconha de hoje em dia é muito mais potente: a concentração de THC, o ingrediente psicoativo da droga, na cannabis confiscada mais que dobrou entre 1993 e 2008.

O aumento da potência causa consequências inesperadas. Os receptores de canabinoides do cérebro humano geralmente são ativados por elementos químicos naturalmente produzidos pelo corpo, conhecidos como endocanabinoides e muito similares ao THC. Há uma grande quantidade de receptores de canabinoides em áreas do cérebro que afetam o prazer, a memória e a concentração. Algumas pesquisas sugerem que essas áreas continuam a ser afetadas pelo uso da maconha, mesmo depois que o "barato" acaba.

"É uma maconha muito mais potente, o que pode explicar porque vemos um aumento drástico de pessoas em prontos-socorros e programas de tratamento para usuários da droga", afirma Nora D. Volkow, diretora do Instituto Nacional do Abuso de Drogas.

Pessoas favoráveis à legalização da maconha afirmam que o aumento da potência está sendo exagerado e que quando usuários têm baseados mais potentes, acabam fumando menos.

Contudo, adolescentes podem ser mais vulneráveis ao vício e pessoas que começam a fumar mais jovens correm riscos maiores. Cerca de um em cada seis acabará viciado, afirma Volkow. Jovens adultos que começam a fumar maconha muito novos também tendem a fumar muito mais e com maior frequência que aqueles que começam no fim da adolescência.

Entre usuários que desenvolvem dependência ou vício, a falta da droga causa severos sintomas de abstinência, como ansiedade, problemas para dormir, falta de apetite, alterações de humor, irritabilidade e depressão, afirmam especialistas.

Tanto Colorado quanto Washington limitaram o uso de maconha para adultos com mais de 21 anos quando legalizaram o uso para fins recreativos, em novembro. Contudo, especialistas temem que as opiniões em relação à maconha estejam mudando porque seu estigma como droga ilegal praticamente não existe mais.

"Quando as pessoas vão a uma 'clínica' ou 'café' para comprar maconha, isso cria a percepção de que aquilo é seguro", diz A. Eden Evins, diretor do Centro de Medicina da Dependência do Hospital Geral de Massachusetts, em Boston. "Antes de liberarmos as forças do mercado para convencerem as pessoas a usar essa substância viciante, precisamos entender melhor quais são os riscos."

"Assim que houver interesses financeiros envolvidos, vai ser difícil reverter essa tendência", acrescenta.

Funções cerebrais

Os estudos mais assustadores sobre o uso de maconha no início da adolescência mostram que jovens adultos que começam a fumar maconha regularmente antes dos 16 obtêm notas significativamente menores em testes cognitivos de função cerebral, quando comparados com jovens que começaram no fim da adolescência. Os resultados foram especialmente ruins em testes que avaliam a função executiva, responsável pelo planejamento e pensamento abstrato, bem como pela compreensão de regras e inibição de reações inapropriadas.

Além disso, exames revelaram diferenças sensíveis no funcionamento do cérebro, afirmou Staci Gruber, principal autora desses estudos e diretora de neuroimagiologia clínica e cognitiva no Hospital McLean, em Boston. Exames revelam alterações no córtex frontal cerebral entre usuários que começaram cedo, afirmou Gruber, o que pode estar ligado à impulsividade.

"O córtex frontal é a última parte do cérebro a entrar em ação e a mais importante", afirma Gruber. "A exposição precoce pode mudar a trajetória do desenvolvimento cerebral, comprometendo a capacidade de realizar tarefas complexas da função executiva."

O mais preocupante é um estudo recente mostra uma queda no Q.I. de adolescentes que fumam maconha, afirmou Evins. Estudos mais recentes revelam que pessoas que começaram a fumar maconha na adolescência e continuaram a consumir frequentemente a droga nas décadas seguintes perderam pontos no Q.I. ao longo do tempo, ao passo que pessoas que começaram na idade adulta não tiveram os mesmo problemas, embora críticos afirmem que as diferenças não sejam significativas. Estudos mais antigos indicam que fumantes regulares tinham menos chances de se formarem na faculdade e seguirem carreira acadêmica, mas é impossível dizer o que vem antes, dificuldade na escola ou uso de drogas.

"Se pais que gastam milhares de dólares em cursos preparatórios para o vestibular soubessem dos efeitos cognitivos da maconha no cérebro de seus filhos, formariam uma frente de batalha", afirmou Evins.

Outros problemas de saúde ligados à maconha não são tão bem documentados, mas podem ser igualmente significativos. Os estados que legalizaram a maconha proibiram dirigir depois de fumar e estudos descobriram que o consumo de maconha piora a capacidade de se manter na pista e de reagir a perigos no trânsito.

Embora a maconha não seja tão prejudicial ao pulmão quanto o tabaco, em parte porque as pessoas não fumam um maço de baseados por dia, o hábito regular pode causar danos aos pulmões.

No melhor dos casos, os novos estudos sugerem que os pais que se lembram das próprias noitadas de fumo devam sugerir mais moderação aos filhos. E os adolescentes que ainda quiserem experimentar maconha terão melhores resultados se esperarem até ficarem mais velhos.

"É a mesma mensagem com o álcool", afirma Gruber. "Aguente um pouco, vale a pena esperar."

Roni Caryn Rabin
The New York Times

Nenhum comentário:

Postar um comentário


ESCREVA UMA SUGESTÃO INTELIGENTE AQUI.
Seu comentário faz nosso crescimento coletivo..

Você no Diário da Erva. BOA SORTE NO MUNDO NOVO !!

/

ASSUNTOS

# Frases de um maconheiro # maconha pelo mundo #Anonymous #AoVivo #ArteNaBlunt #AUTOFLOWERING #BadTrip #cannabidiol #CannabisSeeds #CatágoloMaconhaMedicinal #ClubeDeMaconha #DEBATE #DivasdaErva #Espiritual #GoodTrip #GrowerNãoEhTraficante #HighLife #Homenagem #HOUSEGROWER #kush #MarijuanaMedicinal #MidiaMaconha #NotíciasCannabicas #NovaOrdemMundial #Patrocinadores #Pictures #PlantasMedicinais #POSITIVISMO #QuemTemSeda? #Regulamentação #WeedDaily #weedtube 2PAC 420Friends 4i20 ALCOOL Amsterdam animais Arte Alternativa ATIVISTAS BALI_HAI_Paper Barcelona BaseadosPeloMundo Be Happy Tabacaria Belo Horizonte BemBolado Bezerra da Silva Bio Bizz biodegradável BobMarley Bolando 1 Baseado BONG Bongs-Pipes BRASIL_UM_PAÍS_DE_TODOS Brasília Buds Cabeça Ativa Cacife Clandestino Califórnia Campanha Nacional Pela Regulamentação da Maconha Canabinoides CANHAMO CANNABIS Cannabis Cup cannabis cura câncer Cannabis em Portugal Cannabis Medicinal CAPA DE REVISTA Carta Capital Casa CBD CDs COMPLETO CENTRO CERVEJA CHAPADO CharlieBrownJR CheechChong Chile Chimaruts CidadeNegra Ciência CINEMA Coca Coffee_Shop Coffee_Shop_diariodaerva.com cogumelos colirio ConeCrewDiretoria conexão Copa do Mundo Copacabana Cores Cozinha para Chapados CULINÁRIA E RECEITAS - Tudo Gostoso cultivo CULTIVO INDOOR CULTIVO OUTDOOR culto cannabico CULTURA CANNABIS MAGAZINE CULTURA_DEL_CANNABIS Curiosidade Curitiba Cypress Hill D.A.P Dab DAILY_WEED DalaiLama DANOS Democracia Dependência DEPOIMENTOS DESCRIMINALIZACAO DESENHOS Diário de uma Mente insâna DIARIO Dハーブ Diário Policial diariodaerva.com diários de cultivo DICAS DE CULTIVO dicas de viagens DireitosHumanos Discovery_Channel Diversão Documentários Dr.Drauzio DROGAS DROGAS LEGALIZADAS ð香草日報 Efeitos_das_drogas Efeitos_negativos_da_Maconha ELETRO Emicida Eminem entrevista Erba Quotidiano ERVA ervas legais Espanha Espécies ESPORTE_É_SAÚDE EVENTOS EXPO_CANNABIS fatos históricos Feminizadas Filipe_Ret FILMES COMPLETOS FILOSOFIA MODERNA FLORES Floresta_de_Luz FORFUN Fortaleza Fotos FOTOS CANNABICAS Fumaça FUTEBOL GabrielOPensador game Garota_da_Erva gifs GilbertoGil GlobalMarijuana.Support Gorillaz GREEN POWER Green_Drinks GROW GROW POWER GROWSHOP GUERRA AS DROGAS Hacker HAXIXE HEADSHOP Hemd Hemp Hierbas_Diaria HIGH TIMES HipHop História da Maconha History_Channel Hora do Chá humor Illuminatis incenso Indica indoor inspire-se Head Bazar Intervesão ipanema Jamaica Jardim Enteogeno Jardim Xamânico Jogos Olímpicos JorgeBenJor Justiça Kid Cudi Lapa larica LEAP LEAP BRASIL LEBLON legalização LEGALIZE LegalizeBrasil LegiaoUrbana Leis LIBERDADE LIVROS LSD MACONHA Maconha Cura Câncer maconha em Portugal maconha medicinal Maconha na Africa MACONHA NA AMERICA LATINA Maconha na Argentina Maconha na Asia Maconha na Europa Maconha na Holanda Maconha na Irlanda Maconha na Oceania Maconha no Brasil Maconha no Canadá Maconha no EUA Maconha no Oriente MACONHA NO URUGUAI 2012 MACONHA SINTETICA Maconheira's Online Maconheiro MACONHEIROS FAMOSOS Marcelo D2 MarceloD2 Marcha da Maconha Marijuana Mato Grosso do Sul meio ambiente Miley_Cyrus MITOS E VERDADES SOBRE DROGAS MODA HEMP MPB Mr.Catra MTV Mulher e Maconha mundo MÚSICA ALTERNATIVA MvBill NARGUILÉ NatGeo Natiruts NATURAL Natureza Divina New York Nicotina NOSSA ARTE NOSSAS VISITAS NOTICIAS ORappa Orgânico Oriente otíciasCannabicas outdoor PAPEL Para onde viajar? Paraguai Paralamas_do_Sucesso Parar de Fumar Paris PATROCINE O DIARIO DA ERVA Paulo_Coelho PENSAMENTOS PERGUNTAS Pessoas Petição_Pública Pitty Planet Hemp Plantação_de_Maconha Plantas Carnívoras PLANTAS PROIBIDAS plante tomate POLITICA Política Pública PontodeEquilibrio popipe PoPipe Head Shop POSITIVIDADE Pot in Rio Prazer Primavera 2013 Produtos Hemp PROMOÇÃO PROTESTO Psicodélico quem tem seda? RacionaisMcs Rainha da Erva Raiz Cultivo Indoor Rap Rastafari RAWnoBrasil Reggae RELAX Remédio Verde Renato_Cinco revolucionando Rihanna Rio ROCK Rússia SABOTAGEM Salve samba Santa Catarina São_Paulo Sativa saúde SE SEGURA MALANDRO Segurança_Pública SEMENTES SESSÃO SethRogen SEXO SHOPPING DIARIO DA ERVA SHOWS COMPLETOS sk8 Skank skunk SnoopDogg Só para as meninas SOCIEDADE SOJA SOU A FAVOR DA MACONHA Style sublime sustentabilidade TABACARIA TABACO tattoo TEDx THC TheSimpsons Tillie_Gorts Tim Maia TIPOS DE MACONHA Titãs Top 10 fatos maconha Top das Marcas TRAFICANTES TV UFC Ultra420 Ultraeco UNIVERSO PARALELO URNA ONLINE URUGUAI 2012 Uruguay USUARIO Vaporizador videos Visão Ampla VOCÊ NO DIARIO DA ERVA Weed Song WizKhalifa



CONQUISTAR PESSOAS



 
Copyright © Diário da Erva. All rights reserved.
contato@diariodaerva.com